1º de maio – mandato foi às ruas contra o retrocesso e a violência

Neste 1º de maio de 2017, Dia Internacional do Trabalhador, o mandato do vereador Reimont foi às ruas da cidade

0
33

Neste 1º de maio de 2017, Dia Internacional do Trabalhador, o mandato do vereador Reimont voltou às ruas da cidade, em defesa dos direitos da classe trabalhadora e contra a terceirização e as reformas trabalhista e previdenciária do governo golpista.

A mobilização aconteceu três dias após o violento ataque promovido pela PM de Pezão e a Força de Segurança Nacional de Temer, contra as manifestações pacíficas que ocorriam no Rio de Janeiro, em favor da Greve Geral de 28 de abril.Logo no início do dia, o vereador, em parceria com o mandato do deputado estadual Gilberto Palmares e o Sinttel-Rio, promoveu o já tradicional encontro que há nove anos ocupa a Praça Afonso Pena, na Tijuca, nos dias 1º de maio, com um ato ecumênico, debates e apresentações culturais.

Já no final da manhã, Reimont voltou à Cinelândia, para denunciar a truculência policial e conclamar a população a resistir ao retrocesso. Em seu discurso, o parlamentar lançou a palavra de ordem que foi ecoada pelas milhares de pessoas presentes ao ato:

“NÃO NOS CALARÃO!

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.