1º de maio – mandato foi às ruas contra o retrocesso e a violência

Neste 1º de maio de 2017, Dia Internacional do Trabalhador, o mandato do vereador Reimont foi às ruas da cidade

0
23

Neste 1º de maio de 2017, Dia Internacional do Trabalhador, o mandato do vereador Reimont voltou às ruas da cidade, em defesa dos direitos da classe trabalhadora e contra a terceirização e as reformas trabalhista e previdenciária do governo golpista.

A mobilização aconteceu três dias após o violento ataque promovido pela PM de Pezão e a Força de Segurança Nacional de Temer, contra as manifestações pacíficas que ocorriam no Rio de Janeiro, em favor da Greve Geral de 28 de abril.Logo no início do dia, o vereador, em parceria com o mandato do deputado estadual Gilberto Palmares e o Sinttel-Rio, promoveu o já tradicional encontro que há nove anos ocupa a Praça Afonso Pena, na Tijuca, nos dias 1º de maio, com um ato ecumênico, debates e apresentações culturais.

Já no final da manhã, Reimont voltou à Cinelândia, para denunciar a truculência policial e conclamar a população a resistir ao retrocesso. Em seu discurso, o parlamentar lançou a palavra de ordem que foi ecoada pelas milhares de pessoas presentes ao ato:

“NÃO NOS CALARÃO!

Comentários

comente

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCultura em pauta
Próximo artigo#62 Boletim do Mandato
ASCOM
Assessoria de Comunicação do Mandato do Vereador Reimont.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui