Acolhimento para crianças e adolescentes

Reimont debate crise no acolhimento para crianças e adolescentes em situação de rua e com dependência química .

0
20

O acolhimento para crianças e adolescentes em situação de rua e com dependência química foi o tema do encontro organizado, em 20/09, pela Comissão Especial presidida por Reimont. O principal ponto de discussão foi o desmonte da rede pública municipal de proteção a crianças e adolescentes, com o fim ou redução do atendimento nas Casas Vivas, no Espaço Elos e nos abrigos Lucinha Araújo, Ziraldo e Frida Kalo.

O promotor de Justiça Rodrigo Medina, a defensora pública do estado Carla Beatriz, a coordenadora das Casas Vivas, Marília Rocha, a gerente de Saúde Mental da Secretaria Estadual de Saúde, Rosimeri Barbosa, o assessor de Álcool e Drogas da Secretaria Municipal de Saúde, Rodrigo Simas, e a integrante do Fórum Estadual de População em Situação de Rua, Teodora Rufino, participaram da mesa de discussão.

 

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui