Ato contra calote da Universidade Cândido Mendes

Professores de graduação e estudantes do Instituto de Pesquisa da Universidade Cândido Mendes (Iuperj/UCAM) promoveram um ato contra a falta de pagamento de salários

0
4

Professores de graduação e estudantes do Instituto de Pesquisa da Universidade Cândido Mendes (Iuperj/UCAM) promoveram um ato contra a falta de pagamento de salários e contra o risco de não haver conclusão dos cursos de Humanas, na unidade do Centro do Rio, no dia 06 de março. Em dezembro de 2016, depois de quatro meses sem diálogo com a instituição ou qualquer proposta de quitação da dívida, o corpo docente entrou em greve, com apoio dos alunos.

Durante o ato, o vereador Reimont reafirmou o seu compromisso com a luta contra a precarização da Educação. “É mais do que urgente que a instituição abra um canal de comunicação com professores e alunos, em uma mesa de negociação. O debate é fundamental para o processo de democratização da Educação. Seguimos firmes nesta luta”, destacou o parlamentar.

Os manifestantes pedem o pagamento dos salários atrasados, a retomada das aulas, a continuidade dos cursos e a manutenção da qualidade do ensino. A UCAM já foi acionada por diversos órgãos, como a Defensoria Pública do Estado/RJ e o Sindicato dos Profissionais da Educação (Sinpro/RJ). Entretanto, a instituição não respondeu a qualquer dessas entidades.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui