Audiência Pública debate fomento para cultura no Rio

Além de exigir o pagamento do Edital do Fomento 2016 da Prefeitura, a audiência serviu para cobrar a definição de políticas de estado para o setor.

0
30
ASCOM Câmara Municipal

A recém-criada Comissão Permanente de Cultura da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, presidida pelo vereador Reimont, realizou a primeira audiência pública, no dia 18 de abril, com ampla participação de trabalhadores da cultura, artistas e produtores para discutir a situação do Fomento à Cultura na cidade.

A ausência da secretária de Cultura, Nilcemar Nogueira, foi muito criticada. Ela foi representada pelos subsecretários André Marini e Carlos Correa Costa e pelo responsável por articulação, Elói Ferreira de Araújo.

ASCOM Câmara Municipal

Além de exigir o pagamento do Edital do Fomento 2016 da Prefeitura, a audiência serviu para cobrar a definição de políticas de estado para o setor. Sobre o edital, os questionamentos do Movimento de Cultura foram pontualmente relacionados – Existe uma posição oficial da atual secretaria sobre o assunto? Houve ou não o empenho da verba pelo governo anterior? Qual a situação dos recursos administrativos impetrados contra o edital? Quais fontes alternativas de recursos existem para possibilitar que a prefeitura cumpra este compromisso, cuja pendência abala a confiança em editais futuros? Por que fazer um novo edital, se o anterior não foi pago?

O vereador Reimont assumiu o compromisso público de agendar um encontro da Comissão de Cultura com a secretária Nilcemar, com a participação de representação do Movimento de Cultura.

ASCOM Câmara Municipal

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui