Carnaval para todos

Se o Carnaval de 2018 já é considerado um dos mais apertados das últimas décadas, com CORTE significativo no Orçamento da área, o carioca pode se preparar para um 2019 ainda pior

0
53
carnaval 2019

Se o Carnaval de 2018 já é considerado um dos mais apertados das últimas décadas, com CORTE significativo no Orçamento da área, o carioca pode se preparar para um 2019 ainda pior. O corte poderá atingir 75% das verbas, na comparação com o evento de 2017. Em termos monetários, a perda será superior a 25 milhões de reais, o que poderá inviabilizar esta que é a maior festa popular e turística da cidade e um extraordinário fator de movimentação da ECONOMIA CARIOCA.

A tesoura está ávida. Se o Carnaval de 2017 recebeu apoio de mais de 44 milhões de reais, o de 2018 já terá direito a bem menos – o valor reservado (empenhado) é de R$ 33.302.005,82, mas até agora só foram pagos quase 25 milhões, o que inclui o subsídio de 13 milhões para as escolas de samba do Grupo Especial prepararem o desfile do próximo ano. Mas a grande SURPRESA vem no Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2018 – a previsão para o Carnaval de 2019 despencou para R$ 8.213.416,00. Se não houver aporte extra, isso não cobrirá nem a parte referente às 13 principais agremiações.

Ou Crivella quer privatizar o Carnaval ou resolveu virar as costas para o principal evento cultural, popular e econômico do Rio.

O Carnaval não só uma FESTA democrática, popular e cultural. É, também, o principal momento de geração de emprego, renda e arrecadação do Rio. Neste ano, atraiu mais de 1,5 milhão de turistas e mais de 2.500 jornalistas do Brasil e do exterior; movimentou R$ 3 bilhões, gerou emprego e renda para cerca de 300 mil pessoas e levou às ruas cerca de 6 milhões de foliões, em todas as regiões, da zona sul ao Centro e aos subúrbios. A PRIVATIZAÇÃO vai elitizar, distorcer e tirar o brilho e a popularidade do evento.

Queremos entender qual a real intenção da Prefeitura. Para isso, vamos realizar uma AUDIÊNCIA PÚBLICA na Câmara Municipal, no dia 5 de dezembro, a partir de 10:00. Convidamos todas e todos.

Crivella, como cidadão, tem todo o direito de gostar ou não de carnaval, mas, como prefeito do Rio, tem a obrigação de prestigiar e impulsionar a nossa maior festa.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.