Gabinete de crise

Reimont pede gabinete de crise para o Rio e Câmara começa a avaliar gestão Crivella.

0
18

Diante de tantas crises e da falta de transparência na gestão Crivella, tomei a iniciativa de propor ao presidente da Câmara Municipal, vereador Jorge Fellipe, que o Poder Legislativo assuma a sua responsabilidade perante a cidade e, em caráter de urgência, lidere um amplo debate sobre propostas e alternativas para o Rio.

O presidente da Câmara acatou o meu pedido e já acionou o Tribunal de Contas do Município, com um pedido de informações. O TCM confirmou que é gravíssima a situação, com uma expectativa de déficit da ordem de 1 bilhão e 500 milhões de reais. A melhor solução, claro, é a Prefeitura cobrar imediatamente os grandes sonegadores de impostos municipais, grandes empresários que, juntos, devem mais de 9 bilhões de reais, dinheiro mais do que suficiente para colocar as finanças em ordem.

Mas, em lugar disso, o prefeito insiste em projetos mirabolantes, como o de expulsar a comunidade de Rio das Pedras e construir no lugar dezenas de grandes prédios, verdadeiros espigões, em uma proposta rejeitada pela população e que tem um custo estimado em mais de 1 bilhão de reais. Quem pagará por isso?

Atualização: pela imprensa, o prefeito disse que desistiu do projeto de Rio das Pedras, mas continua falando em remoções. Não aceitamos isso.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui