Golpe coloca Brasil de volta ao Mapa da Fome

0
47

Três anos depois de sair do vergonhoso mapa mundial da fome, o Brasil volta ao ranking, segundo relatório preparado por mais de 40 entidades da sociedade civil, que monitoram o cumprimento da chamada Agenda 2030, um plano de ação definido entre os Estados-membros da ONU. O documento, que cobre o nosso país de vergonha, será entregue às Nações Unidas nesta semana, na reunião do Conselho Econômico e Social, em Nova Iorque.

O Brasil deixou o Mapa da Fome em 2014. Ao lado do pleno emprego, atingido no mesmo ano, esta foi a maior conquista dos governos liderados pelo PT. O país saiu de um patamar de 14,8% de famintos para menos de 2% da população sem se alimentar o suficiente. Segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, a queda se deu pela eficiência dos programas de combate à fome instituídos nos governos Lula e Dilma e já adotados em diversos países.

Como disse Francisco Menezes, do Ibase e da ActionAid, que participou da elaboração do relatório, “a exclusão de famílias do Bolsa Família, iniciada ano passado, e a redução do valor investido no Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar, que compra do pequeno agricultor e distribui a hospitais, escolas públicas e presídios, são uma vergonha para um país que trilhava avanços que o colocavam como referência em todo o mundo”.

O desemprego e a precarização do trabalho também contribuíram para a volta do Brasil ao MAPA DA FOME.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui