Lembrando a História

Para que nunca seja esquecido, lembramos como se deu o golpe contra a soberania popular, contra Dilma Rousseff, contra o PT e, principalmente, contra o povo brasileiro.

0
76

Há dois anos, em um domingo de triste e vergonhosa memória, a Câmara dos Deputados escrevia uma das mais lamentáveis páginas da nossa História, afastando Dilma Rousseff da Presidência da República.

Aquela sessão legislativa, recheada de discursos grotescos, foi presidida por um parlamentar que usou o cargo e a influência para inviabilizar o governo e tentar chantagear uma presidenta eleita com mais de 54 milhões de votos. Sob os aplausos de muitos e da imprensa hegemônica, Eduardo Cunha ameaçou acolher os pedidos de afastamento da presidenta, caso o PT não votasse a seu favor na Comissão de Ética da Câmara, ajudando-o a barrar a cassação do próprio mandato.

O PT e Dilma não cederam e Cunha se vingou – a presidenta acabou afastada do cargo pelo pior e mais corrupto Congresso da nossa História.

Hoje, dois anos depois, Cunha está preso, envolvido em processos repletos de provas, e o país está desmantelado. O legado do golpe, sob a batuta do usurpador Michel Temer, já é um dos mais comprometedores para as pessoas e para o desenvolvimento da Nação. A lista é imensa, com o desmonte da Saúde, da Educação, das empresas, universidades, escolas, hospitais e instituições públicas, com a perda de direitos trabalhistas, civis, civilizatórios e sociais. A economia nacional afundou quase 10% e o desemprego está perto de 13%; a extrema pobreza aumentou 11% e já atinge 14,8 milhões de pessoas.

Em meio a isso, a presidenta Dilma Rousseff mantém a luta inabalável por um Brasil mais justo e democrático, percorrendo o país e o mundo na defesa do seu legado, em defesa de Lula e do PT, mas, principalmente, em defesa de um país igualitário.

#NãoAoGolpe

#LulaLivre

 

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.