Moção de repúdio à Reforma da Previdência

Moção de repúdio enviada pela Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Nacional, presidida pelo vereador Reimont, ao presidente da Câmara Federal

0
56

“A Câmara Municipal do Rio de Janeiro, em razão da urgência e gravidade do fato, presta moção de repúdio à reforma previdenciária em curso no país, que, certamente, cassará o direito à aposentadoria de milhões de trabalhadores desta cidade, assim como de todo o Brasil. No Rio de Janeiro, assim como acontece em todos os municípios brasileiros, a grande maioria dos trabalhadores, cerca de 70%, se aposenta por tempo de contribuição.

Quantos conseguirão contribuir pelos longos 49 anos que o governo quer impor?

Parte significativa de trabalhadores e trabalhadoras não chegará aos 65 anos para receber de volta ao menos uma parte do que contribuiu. Poucos conseguirão somar os 49 anos de contribuição exigidos para ter direito à aposentadoria integral. Aos que conseguirem, raríssimos poderão gozar, com saúde e por muitos anos, Dessa poupança acumulada por anos de trabalho.

A reforma será ainda mais cruel com as mulheres, porque desconhece que a imensa maioria delas cumpre, no mínimo, dupla jornada de trabalho, acumulando a atividade remunerada com as tarefas domésticas, trabalhando, em média, 7,5 horas semanais a mais do que os homens.

Por isso, repudiamos, com vigor, essa reforma que vai contra o interesse da imensa maioria do povo brasileiro e que, na prática, desmontará a previdência pública do país.”

Esta moção de repúdio foi enviada pela Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Nacional, presidida pelo vereador Reimont (PT), ao deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara Federal, na última terça-feira (25/04). O documento, assinado por 30 vereadores cariocas, foi entregue pelos deputados federais Wadih Damous (PT) Jandira Feghali (PCdoB) e Alessandro Molon (Rede), membros da Comissão Especial da Reforma da Previdência.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.