Não à (De)forma Previdenciária de Crivella

Depois de Temer, é a vez de Crivella tentar uma reforma previdenciária que pune os trabalhadores. No caso, é prefeito quer taxar os inativos. Não vamos permitir.

0
18

Depois de Temer, é a vez de Crivella tentar impor uma reforma previdenciária que penaliza trabalhadoras e trabalhadores. O prefeito já encaminhou o projeto para a Câmara, visando à taxação dos inativos. Não podemos admitir.

De todas as partes envolvidas, os servidores são os únicos que cumprem todos os contratos firmados. Não podem pagar a conta da inépcia dos governantes. Não vamos permitir esse retrocesso. Votaremos contra a taxação dos inativos.

O rombo do Funprevi e do Previ-Rio deve-se a gestões incompetentes. Começou há mais de 15 anos, quando a prefeitura deixou de pagar os 22% de contribuição que cabia ao município, na condição de empregador.

Para reverter esse quadro, defendemos uma auditoria urgente e séria na área e a revisão do orçamento, da lei 5.300 e das fontes de receita da seguridade social. Principalmente, a prefeitura tem que cobrar os 15 grandes sonegadores de IPTU e ISS, que devem mais de 9 bilhões de reais.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui