Não ao congelamento do salário mínimo

A notícia de que o governo Bolsonaro pretende congelar o salário mínimo é uma das mais graves dos últimos nove meses

0
12

A notícia de que o governo Bolsonaro pretende congelar o salário mínimo é uma das mais graves dos últimos nove meses. Segundo o IBGE, 67 milhões de trabalhadoras e trabalhadores do país sustentam suas famílias e casas com o salário mínimo – destes, 23 milhões são aposentados e 44 milhões estão em atividade. Para essas pessoas, o congelamento significará uma ameaça direta à sobrevivência. Mas, para a equipe do ministro Paulo Guedes, o congelamento é só um fator fiscal, a ser usado em momentos de crise, como o atual. 

Incapaz de construir um projeto de desenvolvimento para o Brasil, o governo Bolsonaro desconta no povo a própria incompetência. É preciso resistir, fazer barulho, repudiar a medida. Vamos para as ruas e para as redes. A pressão popular já teve bons resultados neste governo. Vamos pra cima!

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.