Presidente do Previ-Rio aponta déficit de R$ 2,8 bilhões

Em reunião com vereadores, Luiz Alfredo Salomão falou sobre a situação do órgão e seus planos de ação.

0
34

Em reunião com os vereadores, no dia 04 de abril, na Câmara Municipal, o presidente do Instituto de Previdência e Assistência (Previ-Rio), Luiz Alfredo Salomão, falou sobre a situação do órgão e seus planos de ação.

Segundo ele, há um déficit de R$ 2,8 bilhões no Fundo Especial de Previdência do Município do Rio de Janeiro (Funprevi).

Salomão reconheceu a necessidade de realização de um novo cálculo atuarial e adiantou que aposta em medidas como o aporte dos royalties do petróleo, a revisão de valores de aluguéis de salas comerciais, como as do Centro Empresarial Sul América, e a taxação de aposentados e pensionistas que recebam acima de R$ 5.031,00.

“As servidoras e os servidores nada têm a ver com esse desastre e não podem arcar com o prejuízo. Muito menos os aposentados e pensionistas”, avalia Reimont. “A seguridade social é um direito que deve ser garantido.”

 

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui