Previdência dos petroleiros

Em ato no Rio, Reimont defende os trabalhadores e trabalhadoras da Petrobras, na luta pela preservação de seus direitos previdenciários.

0
19

Na última semana, Reimont participou do ato dos petroleiros contra as atrapalhadas da direção da Petrobras no fundo de previdência dos funcionários. No final de 2017, a Petros anunciou a cobrança de uma contribuição extra dos beneficiários para equacionar um déficit que deve alcançar R$ 27,7 bilhões.

“A soberania nacional tem sido atacada o tempo todo por esse governo de golpe. Vamos lutar contra isso. A luta pela soberania nacional está intimamente ligada ao respeito pela Petrobras e por seus trabalhadores. O petróleo é nosso e a Petrobras é do povo brasileiro”- alertou Reimont.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui