Reimont denuncia o desmonte da Educação

Reimont denuncia os dois violentos ataques que o PMDB desferiu contra a Educação brasileira

0
2

Dois violentos ataques recentes sofridos pela Educação brasileira foram denunciados pelo vereador Reimont, no plenário da Câmara, no último dia 10/08.

No plano estadual, o parlamentar repudiou o desmonte do sistema de público de ensino, com o fechamento de salas e a inacreditável “desmatrícula” de alunos faltosos, independente dos motivos da ausência. Ele acusou o governo estadual de ferir o direito constitucional à Educação e de não considerar os inúmeros fatores que podem levar às faltas, como a violência na cidade e os sucessivos cortes e limitações na concessão e uso do passe livre estudantil. Reimont encaminhará um ofício ao secretário Wagner Victer manifestando repúdio à decisão e solicitando que seja reconsiderada. Também convidou os demais vereadores a assinarem o documento, reforçando o compromisso da Câmara Municipal com a Educação Pública.

O parlamentar também criticou duramente os cortes feitos pelo golpista Michel Temer à Lei de Diretrizes Orçamentárias, retirando a prioridade do Plano Nacional de Educação. Construído com a participação da sociedade civil e da quase totalidade dos educadores do país, o PNE foi aprovado em 2014 e estabelecia metas para melhorar a qualidade do ensino brasileiro, em um prazo de 10 anos. O veto do usurpador representa mais um retrocesso na Educação.

Os dois assuntos integraram a pauta de reunião do vereador com as estudantes Isabela Queiroz, presidenta da AMES/Associação Metropolitana dos Estudantes Secundaristas – Rio de Janeiro, e Maria Eduarda, da mesma entidade.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui