Rio abaixo da linha de pobreza

Em 2012, o número de moradores considerados extremamente pobres, no estado do Rio de Janeiro, era de 686 mil; hoje, são mais de 886 mil

0
4

Em 2012, o número de moradores considerados extremamente pobres, no estado do Rio de Janeiro, era de 686 mil; hoje, são mais de 886 mil. São pessoas que vivem com até R$ 89, por mês.

O nosso estado tem, hoje, o maior número de pessoas vivendo abaixo da linha da extrema pobreza, nos últimos sete anos. Desde o ano passado, este número aumentou 10,4%, mais do que o dobro da média do país, que foi de 4,4%. 

Em um país onde crescem a desigualdade, o desemprego, o subemprego e a subsobrevivência, parece óbvio que o número de pessoas nas ruas só tende a aumentar. Qual seria a alternativa para quem recebe míseros 89 reais, por mês?

Precisamos, urgente, de políticas públicas de inclusão, de geração de emprego, renda, moradia, educação, saúde. Só assim poderemos sair desse sufoco.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.