Rio Das Pedras na luta pelo direito à moradia

Reimont enviou um ofício ao prefeito Marcelo Crivella, solicitando o imediato cancelamento do projeto de verticalização de Rio das Pedras

0
92

Com o apoio de 20 vereadores, Reimont enviou um ofício ao prefeito Marcelo Crivella, solicitando o imediato cancelamento do projeto de verticalização da comunidade de Rio das Pedras, cuja expressiva maioria já se manifestou contra a proposta.

Também pedimos que o tal projeto de verticalização, que levará à inadmissível remoção de 140 mil pessoas, seja substituído por um projeto de melhoria da área, que contemple a ampla participação cidadã dos moradores e moradoras da região.

Se o prefeito quer, realmente, ajudar as pessoas, não poderá ficar indiferente a este apelo.

Leia a íntegra do ofício:

À sua Excelência o Senhor
Marcelo Crivella,
Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro

Excelentíssimo Senhor Prefeito,

No último dia 06 de outubro de 2017, nós, vereadores da Comissão Especial de Habitação e Moradia Adequada, realizamos uma Audiência Pública na Câmara Municipal do Rio de Janeiro sobre o Projeto de Verticalização da Comunidade de Rio das Pedras, na Zona Oeste, em um debate que contou com a presença de centenas e centenas de moradores e moradoras do local, que lotaram não apenas o Plenário e o Salão Nobre da Casa, mas também a praça da Cinelândia.

A audiência teve a participação das senhoras Andrea Ferreira e Lorena Carvalho, da Comissão de Moradores de Rio das Pedras, da deputada Laura Carneiro, da defensora pública Maria Júlia Miranda, coordenadora do Núcleo de Terras e Habitação da DPE, do advogado Miguel Baldéz, presidente do Instituto de Estudos Críticos do Direito, da advogada Eliane de Oliveira, da Pastoral das Favelas, e do senhor Roberto Nascimento, subsecretário de Habitação da Secretaria Municipal de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação, e dos senhores vereadores Marielle Franco, Tarcísio Motta, Leandro Lyra, Claudio de Castro, Chiquinho Brazão e Fernando William.

O objetivo da audiência foi dar voz à comunidade. E pudemos constatar que a expressiva maioria dos moradores rejeita o projeto e considera o “remanejamento” proposto como uma forma de remoção, uma vez que milhares de pessoas serão retiradas de suas casas sem ressarcimento, terão destino incerto durante todo o tempo de construção e, mais ainda, só terão o direito de retomar moradia no local SE adquirirem os apartamentos. Ou seja, terão que comprar os imóveis que ocuparão o lugar onde hoje eles já têm as suas casas.

O sentimento dos moradores é de muita apreensão e descontentamento. Eles deixaram claro que esperam e desejam um projeto de melhorias na área, com investimentos em saneamento, calçamento, educação, saúde, áreas de lazer e todos os direitos fundamentais da pessoa humana. Mas não querem apartamentos e remoção.

Por isso, em nome dessa comunidade, nós, vereadores eleitos do Rio de Janeiro, apelamos para o seu sentimento humanista e democrático e solicitamos que o projeto de verticalização seja imediatamente retirado e substituído por um projeto de melhoria da área, que contemple a ampla participação cidadã dos moradores e moradoras de Rio das Pedras.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.