Secretaria muda processo de seleção de coordenadores de CRE

A Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer (SMEEL) realizou mudanças na seleção de candidatos ao cargo comissionado de Coordenador das Coordenadorias Regionais de Educação (CRE)

0
7

A Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer (SMEEL) realizou mudanças na seleção de candidatos ao cargo comissionado de Coordenador das Coordenadorias Regionais de Educação (CRE), eliminando o antigo critério de indicação pessoal e estabelecendo requisitos, em princípio, mais transparentes. Por enquanto, a medida só será aplicada para os cargos vagos, como é o caso das 2ª, 3ª, 4ª e 7ª CREs. O mandato da coordenação será de seis anos, iniciando-se no dia 1º de abril de 2017.

A escolha terá três etapas:

  1. análise do currículo, da situação funcional, do Plano de Gestão e da proposta de ação a ser formulada pelo interessado, a partir de um Estudo de Caso;
  2. avaliação do Plano de Gestão proposto, a cargo dos diretores das unidades escolares da respectiva CRE, e
  3. escolha do servidor a ser nomeado, a partir de lista tríplice composta pelos candidatos com maior pontuação no somatório das etapas anteriores. Cada candidato só poderá se inscrever para uma CRE. Os cronogramas do processo de seleção serão regulamentados em Edital, a ser publicado no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro.

Para as outras sete CREs da rede municipal, cujas coordenações já estão ocupadas, será feita uma avaliação dos atuais gestores. Eles deverão apresentar um Relatório de Gestão dos quatro últimos anos e um Plano de Gestão para os próximos anos, com diagnóstico da situação da CRE, objetivos, metas e indicadores, ações de curto, médio e longo prazos, previsão de recursos e mecanismos de aferição de resultados. Será considerado apto o coordenador que obtiver o mínimo de 80% da pontuação total, o que o habilitará para a etapa seguinte, que consiste na apresentação do Plano de Gestão para avaliação pelos Diretores das Unidades Escolares da respectiva CRE.

A SMELL nomeará uma banca técnica para avaliar o desempenho dos candidatos. Ela será formada por dois representantes da Subsecretaria de Ensino, um representante da Subsecretaria de Gestão, um representante do Escritório de Monitoramento de Metas e Resultados e um representante do Conselho de Diretores de Unidades Escolares, a ser indicado por seus pares e que não poderá participar do processo de seleção para o cargo de Coordenador Regional de Educação.

Os editais podem ser encontrados nos seguintes links:

RESOLUÇÃO SME N.º 06, DE 17 DE FEVEREIRO DE 2017

EDITAL SMEEL N.º 02, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2017

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui