Temer fecha emergências hospitalares do Rio

Ao anunciar que fechará as emergências gerais dos hospitais federais de Bonsucesso (HFB) e Cardoso Fontes–, Temer coloca em risco parte da população do Rio.

0
31

Ao anunciar que o Ministério da Saúde fechará duas das principais emergências gerais do Rio – as dos hospitais federais de Bonsucesso (HFB) e do Cardoso Fontes, em Jacarepaguá –, o governo ilegítimo coloca em risco de morte parcela significativa da população.

Na inaceitável reestruturação promovida por Temer e sua tropa, o HBS atenderá apenas pacientes com matrícula no hospital. A unidade é importante referência para a Baixada Fluminense – dos cerca de 50 pacientes atendidos diariamente, 60% vem da região. Já o Cardoso Fontes, uma das principais referências hospitalares da zona Oeste, passará a atender apenas pacientes de oncologia, funcionando como uma nova unidade do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

O assunto foi tema do debate público “Nenhum direito a menos, nenhum serviço a menos”, na Câmara Municipal, promovido pela Frente Parlamentar em Defesa do Sistema Único de Saúde – SUS, da qual o vereador Reimont é integrante. Profissionais e representantes de entidades e coletivos de saúde lotaram o plenário da Casa e também o Salão Nobre para protestar contra esse desmonte da saúde pública nas esferas municipal, estadual e federal.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.