Temer fecha emergências hospitalares do Rio

Ao anunciar que fechará as emergências gerais dos hospitais federais de Bonsucesso (HFB) e Cardoso Fontes–, Temer coloca em risco parte da população do Rio.

0
16

Ao anunciar que o Ministério da Saúde fechará duas das principais emergências gerais do Rio – as dos hospitais federais de Bonsucesso (HFB) e do Cardoso Fontes, em Jacarepaguá –, o governo ilegítimo coloca em risco de morte parcela significativa da população.

Na inaceitável reestruturação promovida por Temer e sua tropa, o HBS atenderá apenas pacientes com matrícula no hospital. A unidade é importante referência para a Baixada Fluminense – dos cerca de 50 pacientes atendidos diariamente, 60% vem da região. Já o Cardoso Fontes, uma das principais referências hospitalares da zona Oeste, passará a atender apenas pacientes de oncologia, funcionando como uma nova unidade do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

O assunto foi tema do debate público “Nenhum direito a menos, nenhum serviço a menos”, na Câmara Municipal, promovido pela Frente Parlamentar em Defesa do Sistema Único de Saúde – SUS, da qual o vereador Reimont é integrante. Profissionais e representantes de entidades e coletivos de saúde lotaram o plenário da Casa e também o Salão Nobre para protestar contra esse desmonte da saúde pública nas esferas municipal, estadual e federal.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui