Até quando esse genocídio?

Para essas crianças, o futuro foi definitivamente eliminado. Para as demais, virou uma chance frágil.

0
6

A cidade do Rio concentra um terço das ações policiais do primeiro semestre do ano, principalmente nos bairros de Cidade de Deus (5%), Bangu (5%), Penha (4%) e Praça Seca (4%), na zona norte, e Copacabana (4,5%), na zona sul, onde há quatro favelas. Em 180 dias, foram 364 operações, quase duas por dia. As operações cresceram 42% e a letalidade aumentou 46%.  

Nessas áreas críticas, ficam 504 unidades da rede municipal de 1.540 escolas; nelas estudam 168.139 crianças e jovens e trabalham 14.139 servidores. Segundo a secretária municipal de Educação, Talma Suane, as mais afetadas pela violência são as dos complexo do Lins, do Alemão, da Maré e da Penha, além das unidades da Cidade de Deus.

Em uma delas estudava Ágatha Félix, a menina de 8 anos, moradora do Complexo do Alemão, que se tornou a décima – sexta criança baleada em confronto apenas neste ano e a quinta criança vítima fatal da política do governo Witzel. Uma trágica estatística que inclui Kauê Ribeiro dos Santos, de 12 anos, da comunidade do Chapadão, Kauã Rozário, de 11 anos, da Vila Aliança, em Bangu, Kauan Peixoto, de 12 anos, da comunidade da Chatuba, em Mesquita, na Baixada Fluminense, e Jenifer Silene Gomes, de 11 anos, baleada na porta do bar da mãe em Triagem, na Zona Norte.

Para essas crianças, o futuro foi definitivamente eliminado. Para as demais, virou uma chance frágil.

“Fico triste com essa situação, mas elas vão parar de estudar. Enquanto continuar essa violência, não tem como” – depoimento de uma moradora do Alemão, depois de passar por um tiroteio quando saía da escola com as duas filhas.

Fontes: Extra, UOL, Instituto de Segurança Pública, Observatório de Segurança RJ e Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade Cândido Mendes

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.