Crivella mente sobre o Carnaval: Carta ao Povo Carioca

Crivella não pode ir contra o MAIOR evento econômico, turístico e cultural da cidade

0
59

Crivella detesta Carnaval, o que é direito de qualquer cidadão. Mas o Prefeito do Rio é outra coisa. Ele não pode ir contra o MAIOR evento econômico, turístico e cultural da cidade, que gera festa, mas também empregos, renda e importante ARRECADAÇÃO para os cofres municipais! E não PODE distorcer as informações, na tentativa de jogar a população contra o CARNAVAL.

Na última semana, a Prefeitura divulgou mais uma propaganda contra a festa e, especialmente, às Escolas de Samba. Informou valores errados e defendeu a privatização do Carnaval. A propaganda afirma que o município investe R$ 70 milhões no desfile do Sambódromo. É FALSO! O que a Prefeitura repassou para as escolas, em 2019, foram R$ 7 milhões.

O orçamento de TODO o Carnaval de 2019, foi de R$21,5 milhões, aí incluindo serviços de responsabilidade do PODER PÚBLICO, em qualquer época, como limpeza urbana, trânsito, segurança etc. E são bem investidos, porque retornam, com lucro, aos cofres municipais. Segundo a Riotur, só os setores de comércio, hotelaria e serviços faturaram R$ 3,78 bilhões, nos quatro dias de folia. A taxa de ocupação dos hotéis subiu para 90%.

A Prefeitura ainda não divulgou quanto arrecadou com o ISS, tributo que incide sobre todas as empresas instaladas na cidade. Mas, considerando a menor alíquota, de 2%, o potencial é de R$ 75,6 milhões, em um cálculo tímido; em 2018, com um Carnaval menor, superou os 80 milhões.

Mas Crivella prefere atacar o Carnaval. Diz que a Prefeitura não pode tirar dinheiro da Educação e da Saúde para colocar na festa. FALSO. O Carnaval não retira um tostão das outras áreas; ao contrário, o evento engorda o Orçamento municipal e é essencial para a Saúde e a Educação.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.