Em defesa da democracia, #LulaLivre

Em artigo, Reimont defende o presidente Lula e faz uma profissão de fé democrática.

0
45

Lula não é Jesus de Nazaré, nem Tiradentes, nem Nelson Mandela, nem Martin Luther King. Mas todos passaram por difamações dos poderosos de seus tempos.

A Jesus, disseram: “você anda com pecadores e prostitutas e profana o sagrado. Incomoda o status quo social, político e religioso. Merece uma condenação à morte”.

“Você, Tiradentes, questionou a Coroa e quis plantar o sonho de liberdade no coração do povo. Nós o esquartejaremos e salgaremos a terra em que pisou, para que nada mais ali floresça.”

“Mandela, que história é essa de dizer ao povo para se libertar das garras dos colonizadores? Nós o encarceraremos e faremos o povo o esquecer.”

“Você, Luther King, quem pensa que é, negro metido a falar de amor e de sonhos? Nós o desmoralizaremos e nossas digitais estarão impressas no gatilho que lhe será puxado.”

“Lula, ah, seu Lula, nordestino analfabeto, sem dedo e sem história, um Silva se metendo a presidente. Que história é essa de dizer ao povo que ele merece ser feliz? Quem disse que os bancos da universidade podem ser frequentados pelos filhos de porteiros, lavadeiras, domésticas, da classe trabalhadora? Onde você estava com a cabeça quando levou o povo para os aeroportos? Vamos acabar com você, enlamear a sua memória e a história do seu PT.”

É …

Sabe onde estão os acusadores de Jesus, de Tiradentes, de Mandela e de Luther King? No LIXO DA HISTÓRIA. Sabe onde vão parar os acusadores de Lula? É questão de tempo.

Lula, somos e seremos sempre o seu coração, as suas mãos e os seus pés e venceremos o ódio com o amor ao Brasil do povo. Venceremos pela Justiça, não a das togas, mas a justiça pedestre, peregrina, que sabe dar ao povo o que lhe é de direito.

Viva a luta! #LulaLivre

Reimont

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.