O pacote de maldades de Crivella

Enquanto passeia em Orlando, nos Estados Unidos, Crivella deixa um pacote de maldades que, se aprovado, afetará a vida e o bolso de todas as famílias do Rio.

0
38

O prefeito parece que entrou em guerra com o Legislativo e com a população carioca. Na última semana, ele enviou para a Câmara, as vésperas do final do ano legislativo, um total de 18 projetos (DEZOITO!), quase exigindo que fossem votados a toque de caixa e sem qualquer cuidado.

Os projetos são muito graves e a economia das pessoas e a organização da cidade. É um verdadeiro PACOTE DE MALDADES! Só para você ter uma ideia, cito quatro deles:

> Taxação dos aposentados e pensionistas
> Privatização da Rioluz e aumento da tarifa de iluminação pública
> Revisão do ISS
> Novo Código de Obras, com aumento do gabarito

Mas o prefeito quis mais. Assim que as propostas chegaram à Câmara, a liderança do governo tentou impedir que nós, vereadores, pedíssemos vistas para analisar os projetos com a devida calma. Isso seria o mesmo que proibir o trabalho dos que foram eleitos como representantes da população, ferindo o princípio de equilíbrio entre os Poderes, fundamental no estado moderno e democrático.

Foi uma dura batalha, que conseguimos vencer, apesar de algumas perdas – em lugar dos 10 dias que tínhamos, conseguimos só seis para examinar as propostas. É melhor do que nada, mas muito pouco para avaliar projetos longos e complexos, como o Novo Código de Obras (32 páginas) e o da Vigilância Sanitária (54 páginas).

Por entender que não podemos admitir esse desrespeito com o Legislativo carioca e, principalmente, com a população do Rio, darei parecer contrário a todo esse pacote de maldades, assim que os projetos chegarem à Comissão de Cultura, da qual sou presidente.

#reimont

 

 

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui