O pacote de maldades de Crivella

Enquanto passeia em Orlando, nos Estados Unidos, Crivella deixa um pacote de maldades que, se aprovado, afetará a vida e o bolso de todas as famílias do Rio.

0
77

O prefeito parece que entrou em guerra com o Legislativo e com a população carioca. Na última semana, ele enviou para a Câmara, as vésperas do final do ano legislativo, um total de 18 projetos (DEZOITO!), quase exigindo que fossem votados a toque de caixa e sem qualquer cuidado.

Os projetos são muito graves e a economia das pessoas e a organização da cidade. É um verdadeiro PACOTE DE MALDADES! Só para você ter uma ideia, cito quatro deles:

> Taxação dos aposentados e pensionistas
> Privatização da Rioluz e aumento da tarifa de iluminação pública
> Revisão do ISS
> Novo Código de Obras, com aumento do gabarito

Mas o prefeito quis mais. Assim que as propostas chegaram à Câmara, a liderança do governo tentou impedir que nós, vereadores, pedíssemos vistas para analisar os projetos com a devida calma. Isso seria o mesmo que proibir o trabalho dos que foram eleitos como representantes da população, ferindo o princípio de equilíbrio entre os Poderes, fundamental no estado moderno e democrático.

Foi uma dura batalha, que conseguimos vencer, apesar de algumas perdas – em lugar dos 10 dias que tínhamos, conseguimos só seis para examinar as propostas. É melhor do que nada, mas muito pouco para avaliar projetos longos e complexos, como o Novo Código de Obras (32 páginas) e o da Vigilância Sanitária (54 páginas).

Por entender que não podemos admitir esse desrespeito com o Legislativo carioca e, principalmente, com a população do Rio, darei parecer contrário a todo esse pacote de maldades, assim que os projetos chegarem à Comissão de Cultura, da qual sou presidente.

#reimont

 

 

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.