Povo com Lula

Reimont fala sobre a caravana de Lula pelo interior de Minas Gerais, que ele acompanhou por um final de semana.

1
40

No último final de semana de outubro, me incorporei à caravana do presidente Lula, em Minas Gerais. Foi uma experiência linda, que deve ser partilhada, embora seja quase impossível descrever aqueles momentos. Duvido que qualquer foto, filme ou texto consiga exprimir o que se viveu por onde passou a caravana, juntando milhares e milhares de pessoas.

Fiquei muito perto do Lula, ouvi cada palavra sua, em Diamantina, na Praça da Rodoviária, na Casa de JK, na Universidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri, ao lado da linha férrea e ao lado da casa de Guimarães Rosa, em Cordisburgo. Como descrever a alegria do povo simples, seus olhos marejados, suas mãos calejadas pela lida com a roça que alimenta a cidade? Como descrever a energia de um homem de 72 anos de idade, como Lula, rodando pela região mais empobrecida de Minas, incansável, atento a cada rosto, sorrindo para o povo, acolhendo todos os pedidos de fotos, abraços e beijos?

 

O povo ama Lula como as aves amam os céus. O povo tem em Lula um pai, um irmão, um filho, um líder, um amigo, um companheiro.

Há os que o odeiam, eu sei! Mas estou convencido de que a maior parte a do ódio espalhado contra Lula não o atinge e apenas levará ao descrédito aqueles que promovem tanta raiva, que não aceitam a possibilidade deste país ser de todos e todas, para todos e todas.

Este final da semana foi demais.

Fotos: Ricardo Stuckert (Lula) e companheiros (eu e Macaé Maria Evaristo dos Santos, secretária de Educação de Minas Gerais, e eu e Gleisi Hofmann, senadora e presidenta do PT)

Comentários

comente

1 COMENTÁRIO

  1. Querido Reimont, tenho a certeza de que deve ter sido emocionante. Mas, infelizmente, o golpe aplicado pelo PMDB jogou o PT num mar de lama. Fomos traídos por esse partido ocupado por gente do mau e sugadores do sangue do povo brasileiro. Mas, enfim, precisamos reverter isso ocasionado pelo sistema politico de coalisão. Tamos juntos nessa. Um grande abraço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui