É Lei – Rio terá bilhete eletrônico por número de viagens

Virou Lei o projeto do vereador Reimont, que determina a venda por número de viagens do bilhete eletrônico de ônibus municipais, sem prazo para uso.

0
107

Grande vitória da população do Rio de Janeiro – foi definitivamente aprovada, na Câmara Municipal, a Lei de autoria do vereador Reimont, que determina que a venda do bilhete eletrônico para ônibus municipais passe a ser feita por número de viagens, a partir de uma unidade, e sem prazo para uso. Os vereadores derrubaram o veto do prefeito e a lei vai agora à promulgação, sem qualquer outra instância de decisão

Com isso, o RioCard deixará de funcionar como uma espécie de bolsa de crédito para as empresas de ônibus e passa a ter papel real de bilhete eletrônico de transporte. O consumidor poderá comprar a quantidade de viagens que quiser, ao preço da tarifa do dia. O número de viagens comprado não mudará, mesmo que haja aumento da tarifa. E, melhor ainda, terá a certeza de que poderá usar o número de viagens comprado, a qualquer tempo, sem prazos.

A decisão acaba com a farra das empresas, que faturam milhões só com os créditos que, atualmente, por contrato, expiram em 12 meses. É uma solução real, em favor de milhões dos usuários, para um problema que afeta os municípios e o estado do Rio de Janeiro.

Confira a Lei aqui

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui