Festa de Paquetá no Calendário Oficial do Rio

0
15

Com muita alegria, o nosso mandato encerrou o ano aprovando, em definitivo, a lei que incluirá a histórica Festa de São Roque de Paquetá no Calendário Oficial de Eventos e Datas Comemorativas do Rio de Janeiro. A festa é uma das mais tradicionais da cidade e sua origem remonta aos tempos da construção da antiga fazenda São Roque, em 1698, há 320 anos.

Todo o dia 16 de agosto, a população do bairro-ilha se mobiliza em uma programação comunitária, que inclui procissão, missa, bênção dos animais, apresentações musicais, oficinas para crianças e adolescentes e o Auto de São Roque, com moradoras e moradores interpretando as
figuras retratadas.

A data sempre foi muito popular, atraindo milhares de pessoas. Segundo os registros históricos, Em 1979, a comemoração teve a participação de grandes nomes da música popular, como Silvio Caldas, Elizete Cardoso, João Nogueira, entre outros.

“As Festas de São Roque tinham um espírito de ordem tal que, em 1872, vieram a esta Ilha 17 mil pessoas, sem que se registrasse a menor alteração”.

(Revista Paquetá Ilustrado, 1922).

A Festa de São Roque mantém o princípio de congregar a comunidade local e os visitantes em torno de atividades múltiplas e diversificada, em um evento sustentado, principalmente, pelo voluntariado e o espírito comunitário dos paquetaenses.

Neste momento, quando a bucólica e tranquila Paquetá vem sofrendo tantos e inexplicáveis ataques – como a recente operação de Choque de Ordem, que ameaçou até mesmo a rica programação cultural local -, a aprovação dessa lei representa um alento, pequeno, eu sei, mas muito simbólico, em sua mensagem de solidariedade e reconhecimento a moradoras e moradores do bairro-ilha.

Viva Paquetá!

Conheça o texto da Lei

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.