Reimont preside “CPI dos Túneis e Viadutos”

Reimont foi escolhido como presidente da CPI que visa apurar se houve falhas nos serviços municipais de fiscalização, conservação e manutenção dos equipamentos de obras de engenharia civil da cidade, incluindo túneis, elevados e viadutos

0
40

Na última quinta-feira, foi instalada a Comissão Parlamentar de Inquérito encarregada de apurar o desabamento parcial do Túnel Acústico Rafael Mascarenhas, na Gávea, e que investigará a aplicação do orçamento municipal nos serviços de fiscalização, reparos e manutenção dos túneis, viadutos e passarelas na cidade.

Reimont, autor da proposta, será o presidente da Comissão, escolhido por unanimidade; a relatoria caberá ao vereador Atila Alexandre Nunes. A Comissão inclui os vereadores Zico Bacana, Matheus Floriano, Eliseu Kessler e Paulo Pinheiro (suplente).

Com 25 túneis e mais de mil passarelas e viadutos, a cidade do Rio enfrenta uma crise de investimentos municipais em recuperação e manutenção desses equipamentos. Há inúmeras denúncias e sinais de riscos. Por isso, entidades de ponta das áreas de Engenharia e de Arquitetura, como o Clube de Engenharia, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional IPPUR/ UFRJ, o CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) e o CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), vão acompanhar de perto os trabalhos da comissão, como anunciou Reimont.

A próxima reunião está marcada para a próxima quinta-feira, 13/06, e o grupo terá 120 dias de muito trabalho pela frente.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.