A CCR virou dona de Paquetá?

A concessionária responsável pelo transporte Praça XV-Paquetá-Praça XV se acha dona e senhora da ilha e fere o direito de entrar e sair de Paquetá. Até quando?

0
142

A concessionária CCR, responsável pelo transporte Praça XV-Paquetá-Praça XV, se arvora no papel de dona e senhora da ilha e emite um comunicado tão inacreditável quanto autoritário, anunciando quem terá o direito de entrar e sair de Paquetá, no próximo sábado, quando a ilha receberá o tradicional bloco Pérola da Guanabara.

O tom ditatorial da nota ofende o direito constitucional de ir e vir – “a CCR informa que somente serão ACEITOS na linha Paquetá, no dia 15/2, dia do bloco Pérola da Guanabara, os cartões especiais do evento, que serão vendidos exclusivamente na bilheteria da Estação Praça XV, nos dias 13 e 14/2”.

E quem tiver uma emergência? E quem perder o cartão de morador? E quem não puder comprar com antecedência? E os novos moradores ainda sem cadastro? E quem apenas acordar com vontade de ir a Paquetá?

A CCR isola o bairro-ilha, cujo único meio de acesso é o mar, é a barca, limitando a circulação das pessoas, impondo regras inaceitáveis, como se fosse a dona do lugar, a senhora das decisões, sob o silêncio-cúmplice do governo do estado, contratante da concessão.

 O governador Witzel e o prefeito Crivella têm o dever de defender os cidadãos e cidadãs do Rio. Que eles se manifestem!

#RespeitemPaquetá

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.