Papa defende respeito ao trabalho

"Ai de vocês que exploram as pessoas, que exploram o trabalho, que pagam de maneira informal, que não pagam a contribuição para a aposentadoria, que não dão férias."

0
135

Em dura crítica às práticas mais predadoras do capitalismo, o Papa Francisco afirmou que a exploração do trabalho é pecado mortal, segundo o Evangelho. A fala integrou a missa celebrada na manhã do último dia 24/05, na Casa Santa Marta, e foi inspirada na Leitura de São Tiago Apóstolo.

O Papa usou exemplos atuais para explicar melhor o tema:
“Também aqui, na Itália, para salvar os grandes capitais, deixam as pessoas sem trabalho. Isso vai contra o segundo mandamento (…) Ai de vocês que exploram as pessoas, que exploram o trabalho, que pagam de maneira informal, que não pagam a contribuição para a aposentadoria, que não dão férias. Ai de vós! Fazer “economias”, fraudar o que se deve pagar, o salário, é pecado, é pecado. ‘Não, padre, eu vou à missa todos os domingos e participo daquela associação católica e sou muito católico e faço a novena disso…’. Mas você não paga? Essa injustiça é pecado mortal. (…) Não sou eu que estou dizendo, é Jesus, é o apóstolo Tiago. Por isso, as riquezas nos afastam do segundo mandamento, do amor ao próximo.”

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui