Quem paga o pato?

Para garantir o acordo de redução do preço do óleo diesel, que prometeu aos donos de transportadoras, Temer vai usar recursos da Saúde, da Educação, da Moradia, da Agricultura Familiar e de vários outros projetos sociais

0
106

Para garantir o acordo de redução do preço do óleo diesel, que prometeu aos donos de transportadoras, o (des) governo Temer vai usar recursos da Saúde, da Educação, da Moradia, da Agricultura Familiar e de vários outros projetos sociais.

Os golpistas já anunciaram um corte de despesas de R$ 3,4 bilhões, para compensar o programa de subsídios ao diesel. Foram reduzidos recursos, por exemplo, para programas como prevenção e repressão ao tráfico de drogas (R$ 4,1 milhões), concessão de bolsas de um programa de estímulo ao fortalecimento de instituições de ensino superior (R$ 55,1 milhões), policiamento ostensivo e rodovias e estradas federais (R$ 1,5 milhões) e fortalecimento do SUS, com R$ 135 milhões. Ao mesmo tempo, foram criados recursos para o programa “operações de garantia da lei e da ordem”, com o objetivo de desobstruir estradas, no valor de R$ 80 milhões.

As chamadas “autoridades” perderam toda noção de respeito público.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui