Retrocesso se combate na luta

O balanço da semana é de muitos retrocessos. Parece que não tem fim o pacote de maldades do governo que o golpe nos impôs

0
62

O balanço da semana é de muitos retrocessos. Parece que não tem fim o pacote de maldades do governo que o golpe nos impôs. A grande imprensa pouco destaca as notícias que afetam o presente e o futuro da população e do país.

Por exemplo, veja aqui o que aconteceu no Brasil, na última semana, e pouco apareceu nos jornais e revistas.

– O IBGE anuncia que a crise levou ao fechamento de duas mil indústrias no Brasil, gerando 400 mil desempregados, em apenas um ano.
– A Câmara dos Deputados aprova projeto que tira até 70% do pré-sal da Petrobras. Proposta entrega uma das principais riquezas do Brasil para as companhias estrangeiras.
– A Câmara aprova o texto-base da Medida Provisória que diminui os tributos das petrolíferas estrangeiras na exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural. O Brasil renunciará a receitas da ordem de R$ 50 bilhões, por ano.
– Desde que o traidor Temer assumiu a Presidência, por culpa do golpe, os programas sociais dos governos Lula e Dilma já sofreram 94% de cortes. O programa Bolsa Família, que livrou milhões de pessoas da tragédia da fome, foi um dos mais atingidos; quase um milhão de famílias, que recebiam em torno de R$170,00, cada, perderam o auxílio.

Refletir e passar essas informações adiante é fundamental para mobilizar a população contra os desmandos do golpe. Só na rua podemos mudar os rumos do país.

Mas o problema não é só nacional; no estado e no município do Rio, os retrocessos também seguem aumentando. Veja na página 2.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui