Verdades e mentiras que espalham nas ruas

o Brasil começou a viver uma paralisação nacional dos caminhoneiros de dimensões preocupantes, mas... de quem é a culpa?

0
57

Na última semana, o Brasil começou a viver uma paralisação nacional dos caminhoneiros de dimensões preocupantes. Com espanto, a população enfrenta um desabastecimento amplo, de alimentos, combustíveis, transportes, distribuição de água etc. Há uma crise política e institucional sem paralelo. O governo Temer parece ruir.

Enquanto isso, a chamada “grande imprensa” e as redes sociais voltam com aquela historinha de que a culpa é do PT e dos governos Lula e Dilma, que nós é que colocamos Temer na Presidente e que a desastrosa política de preços da Petrobras é o único remédio para garantir a saúde empresarial da estatal. Nada disso é verdade.

Convido vocês a uma reflexão sobre alguns pontos.

  1. Temer não foi eleito, ninguém votou nele. A maioria dos eleitores e eleitoras brasileiras (mais de 54 milhões de pessoas) votou foi em DILMA ROUSSEFF e no programa de governo que ela defendia.
  2. Temer foi o nome indicado pelo PMDB para ser vice da presidenta Dilma Rousseff e TRAIU esse compromisso. Traiu o programa de governo que ganhou nas urnas e se passou para o lado de quem foi derrotado nas urnas, como Aécio Neves, Fernando Henrique etc. Temer é um TRAIDOR.
  3. Infelizmente, a História tem muitos traíras. A lista inclui JUDAS, o maior deles, e também Silvério dos Reis, Calabar, Brutus, Pinochet e muitos outros, como o Temer. Ninguém pode culpar os traídos pela vergonha e pela desfeita dos traidores.
  4. Nos governos Lula e Dilma, a Petrobras adotou uma política de preços que acompanhava os preços internacionais e equilibrava os interesses da empresa com as necessidades da ampla maioria da população. Os aumentos eram feitos de modo espaçado.  Nos 12 anos de governo do PT, os combustíveis tiveram apenas 16 reajustes.
  5. A atual direção golpista da Petrobras adota uma política diferente, de transferência imediata das variações internacionais de preços, sempre preferindo as cotações maiores. Por isso, nos dois anos do governo golpista, já foram 229 aumentos só no preço do diesel, que já é um dos mais caros do mundo!
  6. A direção de Pedro Parente vem destruindo a Petrobras. O nosso país está virando um simples exportador de matérias-primas e comprador dos produtos finais. Ou seja, vende barato o petróleo bruto e compra caro a gasolina e outros derivados do petróleo, que são processados nas refinarias estrangeiras. E o povo paga o pato.
  7. A produção nas refinarias brasileiras caiu para um quarto da capacidade instalada. O diesel comprado nos Estados Unidos – que, em 2015, representava 41% do total importado pelo Brasil – saltou para 80% do total, no ano passado.
  8. Os golpistas defendem que a Petrobras deve ter como prioridade só o lucro e o interesse dos acionistas. O resto não importa.
  9. Nós defendemos que a Petrobras é uma empresa pública que não pode fugir ao compromisso com o desenvolvimento do país, em um sentido amplo, que se traduz em desenvolvimento econômico, social, político e cultural. É uma empresa que deve servir ao país, à totalidade da sociedade brasileira, e não apenas a um grupo de acionistas preocupados apenas com o lucro fácil. Isso é o que importa.

Comentários

comente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor entre digite seu nome aqui